NOTÍCIAS
Data de Publicação: 04-12-2018

AL-BA: [Ele irá me aplaudir], rebate Coronel sobre ataques de Nilo

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Ângelo Coronel (PSD), rebateu as críticas do ex-presidente da Casa, Marcelo Nilo (PSB), que apontou o ano de 2018 como [o mais inútil] e o que a Casa [menos funcionou]. [Quem me critica, eu perdoo, porque muitas vezes não sabem o que falam, não sabem o que dizem e talvez seja um pensamento desvairado do momento], afirmou o senador eleito, ao BNews.

Coronel afirma que a suplementação estava prevista. [O mês de dezembro acabou de começar. A Casa haverá de honrar todos os seus compromissos dentro do seu exercício fiscal. É evidente que, em todos os mandatos que me antecederam, sempre houve pedido de suplementação. E no nosso caso a suplementação é válida em virtude do nosso plano de cargos e salários, onde a Assembleia zerou um passivo de R$ 1,2 bilhão. Em troca disso, aprovamos um plano que repercutiu em torno de R$ 58 milhões ao ano, e mais os aposentados. Então, a suplementação não tem nada de novo. É uma suplementação prevista desde o início do exercício, mas não estava no orçamento votado no ano passado. Quando votamos o orçamento, não tínhamos votado o plano], explicou.

O pessedista, no entanto, preferiu não atacar frontalmente o pessebista. [Acho que o mundo político, os deputados, devem se recordar se houve ou não suplementações no passado. Prefiro não opinar, porque isso não faz parte da gestão], alfinetou. "Até fico surpreso com o deputado Marcelo ter pedido para ver as contas. Ele que foi presidente por 10 anos... Nunca nem soube que essas contas dele andavam no Portal da Transparência. Mas, vou até verificar para não cometer injustiças. O dia que ele quiser, estarei à disposição dele. Ele é um grande conhecedor de orçamento, um grande técnico contábil, um grande financeiro. Tenho certeza que ele haverá de olhar e irá me aplaudir pela condução da gestão da casa."

 [Não há corte nenhum]

Indagado pelo BNews, Coronel também negou que haja cortes de verbas dos deputados. [O mês de dezembro iniciou-se. Estamos hoje no dia 4 e no dia 5. Temos o correr do mês para honrar os compromissos], assegurou, afirmando que tudo será honrado até o dia 30 de dezembro.

Ele também negou os rumores de que o problema vai cair no colo do futuro presidente, Nelson Leal (PP). [Não há existe problema para explodir nas mãos de ninguém. Nós temos somente o problema do Plano de cargos e salários. Mas o governador já está sabendo. Estamos somente aguardando para sentar e resolver o problema. No mais, está tudo em dia. Não há atraso de nada na casa]. (Henrique Brinco e Bruno Luiz-BNews)

Foto: Arquivo/BNews

 

 

 

 

 

 

 

COMPARTILHE:
COLUNISTAS
PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade
TV CÂMARA
LINKS
© 2006 - 2013 itamarribeiro - A Noticia Perto de Você – Itamar Ribeiro -Todos os direitos reservados
Editor: Itamar Ribeiro - (71) 9974-0449