NOTÍCIAS
Data de Publicação: 06-06-2019

Presidente da Assembleia garante apoio à agenda da Unale

Uma comitiva de deputados estaduais recebeu o presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativo, Kennedy Nunes, na tarde desta quarta-feira (5), para iniciar as ações preparatórias da Conferência Nacional da entidade que acontece em novembro na Bahia. 

O presidente da Casa, Nelson Leal (PP), e a secretária-geral da Unale, deputada estadual Ivana Bastos (PSD), demonstraram entusiasmo para a promoção dos debates que tem como objetivo o fortalecimento dos legislativos estaduais.

Ao longo de 2019 serão realizados cinco seminários regionais com os temas da Conferência Nacional. As discussões versam sobre o suicídio, sistema único de segurança pública, combate à violência contra mulher, automutilação e a revisão do pacto federativo. 

Para o presidente da entidade, as assembleias legislativas têm um papel fundamental na política regional de modo que é preciso fortalecer o Parlamento estadual e "demonstrar que estamos mais próximos da população e, portanto, temos condições de realizar muito mais".

Kennedy Nunes afirma ainda que uma das agendas mais importantes da sua gestão é conseguir autonomia regional para as assembleias. "Não é possível ter a maior parte das decisões sobre questões regionais sendo decididas pelo Congresso Nacional. Nós estamos na ponta e devemos ter esta prerrogativa".

O presidente da ALBA, Nelson Leal, colocou o Palácio Luís Eduardo Magalhães à disposição para entidade nacional debater estes assuntos e assegurou a participação dos pares baianos na defesa dos direitos e deveres dos deputados estaduais.

"Vamos iniciar de pronto as discussões. Na sexta-feira (7) vamos ter o ParlaNordeste com os presidentes das assembleias legislativas do Nordeste onde vamos discutir o pacto federativo. Esta é uma das pautas da Unale que teremos participação enfática. É preciso rediscutir os impostos que ficam concentrados na União enquanto estados e prefeituras passam por dificuldades enormes para cumprir suas obrigações financeiras", explica Leal.

Ivana Bastos, secretária-geral da entidade nacional, também ressaltou a agenda de combate à violência contra as mulheres. De acordo com a parlamentar, é preciso criar mecanismos reais para reduzir a violência "assombrosa" contra as mulheres. 

"Vamos participar dos seminários regionais e fazer um grande debate na Conferência Nacional na Bahia para que possamos apresentar para a sociedade uma proposta clara que dê respostas a estas questões tão graves. O esforço deve ser todos e vamos fazer este grande encontro ser eficaz na apresentação de soluções", destacou Ivana Bastos.

Antes de iniciar outras agendas em Salvador, Kennedy Nunes ressaltou que as ações da Unale contam com a participação de cinco ministérios, do Conselho Nacional de Justiça e o Conselho Nacional do Ministério Público. 

"Nós estamos trabalhando estes temas pois se trata de uma epidemia e sendo assim é preciso tomar atitudes urgentes. Vamos reunir todos, aqui na Bahia para apresentar, em novembro, ao Brasil uma proposta efetiva de políticas públicas para diminuir o suicídio, automutilação, violência contra as mulheres e a implementação administrativa e financeira do sistema único de segurança pública", concluiu Nunes.

Dos 63 deputados estaduais da Bahia, 62 são filiados à entidade. (Agencia Alba).

Foto: JulianaAndrade/AgênciaALBA

 

COMPARTILHE:
COLUNISTAS
PUBLICIDADE

Publicidade
Publicidade
Publicidade
TV ALBA

TV CÂMARA
LINKS
© 2006 - 2013 itamarribeiro - A Noticia Perto de Você – Itamar Ribeiro -Todos os direitos reservados
Editor: Itamar Ribeiro - (71) 9974-0449